Horário Seg a Sex: 8:00 as 12:00 - 13:30 as 18:00

  • urologia@androclin.com.br
  • (41) 3014-6606 - 3223-7795
  • Whatsapp - (41) 99670-1188

Sexo na Depressão

SEXO NA DEPRESSÃO

Estudo realizado na França, apresentado no Xº Congresso Mundial de Impotência no Canadá, mostrou como a depressão é causador de distúrbios sexuais (DS).

Médicos gerais e psiquiatras trataram 4.557 pacientes com depressão importante e que não tinham DS antes da depressão chegar. Baixa libido era a queixa mais frequente atingindo 78% deles, depois dificuldade de ereção (38%) e por último orgasmo menos intenso (20%). Os DS estão presentes em 65% dos depressivos não tratados e em 75 % dos que estão em tratamento (isto não significa que o tratamento é ruim, este efeito será temporário e o benefício geral, compensa esperar). Trazodona, Ioimbina, Testosterona são alguns medicamentos usados para melhorar a libido.

A excitação dos homens pode melhorar com o uso de testosterona, viagra e prostaglandina. Nas mulheres estes medicamentos ainda estão em estudo, com resultados variáveis, mas vale a pena tentar.

Quando o orgasmo esta afetado pelos antidepressivos podemos usar como antídotos: Ioimbina, Betanecol e Amantadina.

O estudo sugere que os clínicos devem perguntar sobre DS aos seus pacientes depressivos pois a maioria deles terão queixas, e apenas 1/3 deles falam espontaneamente deste assunto. Isto está diretamente ligado ao bem estar destes pacientes como também facilita a adesão deles ao tratamento. Especialistas na área sexual podem ser de auxílio.